Tainise

Semana 11 – Jardim Fechado

Devocionais Para Casais Viva Cantares

O Melhor dos Cânticos Para o Dia a Dia

Você é um jardim fechado, minha irmã, minha noiva; você é uma nascente fechada, uma fonte selada. De você brota um pomar de romãs com frutos seletos, com flores de hena e nardo, nardo e açafrão, cálamo e canela, com todas as madeiras aromáticas, mirra e aloés e as mais finas especiarias. Você é uma fonte de jardim, um poço de águas vivas, que descem do Líbano. Cânticos 4:12-15

Sim! Sim! Sim! Depois de tanto tempo dizendo Não… Agora Salomão celebra com sua noiva o presente de Deus para os recém-casados: o sexo. Se unir sexualmente ao seu cônjuge é um sinal físico e externo daquilo que vocês estão fazendo com o restante de suas vidas. 

A linguagem de Cantares se torna cada vez mais erótica, acompanhando a evolução do ato sexual. No trecho acima, a palavra jardim não apenas se refere à vagina da Sulamita, mas também celebra a virgindade dela. O jardim está fechado (murado) porque nenhuma outra pessoa usufruiu dela, o mesmo está protegido. Apenas o proprietário legítimo desse jardim pode entrar nele, e agora, chegou o momento de Salomão desfrutar do mesmo, fonte e poço de água vivas! 

Não deveríamos ter vergonha de celebrar a virgindade, apesar da sociedade desprezá-la, debochar dela e recriminar os solteiros cristãos celibatários. Esse é um momento muito especial, um marco na vida espiritual e sexual do casal. Desse jardim brotam frutos, beleza e aromas, tudo do bom e do melhor. Salomão está descrevendo a vagina da Sulamita como fonte de prazer, descanso e refrigério sexual. E se a vida a dois pode ser bem difícil, o sexo no casamento com certeza é um oásis que Deus preparou para os casais. 

Sugestão de Oração: Pai querido, obrigada pela minha vagina, pela forma maravilhosa como você a criou! (Salmo 139). Obrigada por sua elasticidade, porque ela é capaz de receber um bebê no mundo e, ao mesmo tempo, se estreitar e criar tensão no pênis do meu marido. Obrigada pela capacidade que ela tem de dar e receber prazer. Te agradeço pela minha vulva, incluindo o meu clitóris. Obrigada por todas as vezes que não tenho orgasmos durante a penetração, e por todos os orgasmos múltiplos. Obrigada por todas as vezes que tenho orgasmos através do estímulo do meu marido, com a mão, corpo, pênis, boca e língua no meu clitóris. Ensina-me a aceitar, sentir e acolher essa parte preciosa do meu corpo. Cura-me de toda repressão sexual, assim como de qualquer tipo de abuso sofrido, ou idolatria ao meu órgão sexual. Ela é templo do Espírito Santo tanto quanto qualquer outra parte do meu corpo.

Desafio do Casal: Não comprem vibradores no início do casamento e aproveitem para aprenderem sobre o corpo de vocês e sobre como estimulá-los. Aprendam a se comunicarem. Não existem atalhos para a intimidade sexual. Vibradores podem ajudar os casais em determinadas fases do casamento, mas se não prestarem atenção, vocês vão se viciar. Nosso corpo pode aprender a responder a um determinado estímulo e, depois, só responder a ele. Se vocês se viciaram com o estímulo do vibrador, então está na hora de abrir mão dele para aprender a ser estimulada (e a estimular sua esposa) de formas novas, e saiba que pode levar algum tempo até que consigam. Não permitam que o vibrador afaste vocês um do outro, ao invés de aproximá-los. Sexo não é algo apenas físico e/ou mecânico, mas é sobre aprender a usar as palavras para estimular o outro sexualmente, explorar os toques e o olfato, conectar-se através dos olhares, e ser criativo. Em qualquer fase do casamento vocês precisam se perguntar se estão criando intimidade e se conhecendo de novas maneiras, ou se estão interagindo de forma mecânica.

Maridos, lavem as mãos e as mantenham aquecidas. Usem lubrificante, especialmente no dedo indicador. Ao se preparar para introduzir seu dedo na vagina dela, diga a sua esposa o que você vai fazer. Depois de entrar, não o remova totalmente, a menos que ela peça. Preste atenção nas reações dela à medida que desliza o seu dedo lá dentro. Não tenha pressa. Quando acharem uma posição confortável, peça que ela contraia os músculos por 5 segundos, apertando o seu dedo, e depois relaxe. Descanse por 5 segundos e repita o exercício. Pergunte a ela se você pode estimular o clitóris dela com a sua boca. Experimente fazer os dois ao mesmo tempo: estimule com a boca enquanto mantém seu dedo dentro da vagina dela.

Dicas Extras: Esposas, usem óleo de coco para lavar a vulva. Usem calcinhas de algodão no dia a dia e as lave com sabão neutro. Durma sem calcinha para que a sua vulva respire. Pratiquem os exercícios de Kegel a fim de fortalecer a musculatura do assoalho pélvico. Além de ajudar na sua fase de excitação sexual, facilitar a penetração e a ter orgasmos mais intensos, você será capaz de dar mais prazer ao seu marido. Consulte sua ginecologista e/ou fisioterapeuta pélvica para saber se pode dar continuidade com os exercícios de pompoarismo. Pratique exercícios de alongamento, pois a facilidade para mudar de posição durante a penetração pode te ajudar a alcançar orgasmos com mais facilidade.

Siga meu novo perfil sobre sexo no casamento https://www.instagram.com/blogtainise/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: