Tainise

Quem tem boca vai a…

O desejo feminino é um mistério não apenas para os homens, mas também para nós mulheres! Mas não precisamos viver atormentadas pelas constantes mudanças em nosso corpo. Na minha opinião, o melhor a se fazer é aceitar que o nosso desejo é um tanto “flutuante”, e entrar no jogo, interagindo com as mudanças ao invés de odiá-las e rejeitá-las, intuitivamente rejeitando a nós mesmas.

O seu braço esquerdo esteja debaixo da minha cabeça e o seu braço direito me abrace. Cântico dos Cânticos 8:3 NVI

Assim como a mulher sedutora e seduzível da narrativa de Cântico dos Cânticos, nós precisamos aprender a nos comunicar com nosso marido a respeito do que desejamos. Vale a pena fazer um exercício de observação em Cânticos, e marcar as falas da “Amada”, e como ela se comunica ao longo do livro. Apesar da timidez inicial, logo no capítulo 1, seu anseio está registrado para nos inspirar a desejar e verbalizar nossos desejos:

Beije-me com os beijos de sua boca! Porque o seu amor é melhor do que o vinho. Cântico dos Cânticos 1:2 NAA

Preste atenção no que o seu corpo está lhe comunicando. Às vezes, as mulheres demoram para descobrir qual é a melhor posição, ou qual truque o seu marido pode fazer para aumentar o seu prazer ou te levar aos orgasmos. Depois de vocês dois se empenharem muito, parece que finalmente vocês encontraram mais uma forma de dar e receber prazer um ao outro. Que felicidade! Até que chega o dia em que A FÓRMULA não funciona mais. Pode ter funcionado um dia antes, ou na última relação sexual de vocês. Daí, na próxima vez o esquema falha. Calma! Não há nada de errado com você, nem com seu marido. Se você perceber que aquela carícia não está te excitando, tente outra. Sua posição preferida não te fez sentir absolutamente nada? Tenta aquela outra posição que nunca te deu prazer, vai que funciona? Ouvir os mesmos elogios do seu marido não te fez estremecer? Diz pra ele que hoje você quer ficar em silêncio, ou tente trocar de lugar com ele e o elogie. Pense na intimidade sexual como uma dança. Você pode até ter aprendido a sequência e se acostumado com o timbre, ritmo, melodia e harmonia, mas sempre há espaço para o improviso e espontaneidade.

Vocês precisam conversar sobre isso. Conversem fora da cama sobre a necessidade de conversarem na cama, ou seja, durante o ato sexual. Vocês precisam criar um espaço para o diálogo aberto. Por quê? A mulher, além de aprender a conversar com seu próprio corpo, precisa aprender a comunicar ao seu marido o que ouviu de seu corpo, e guiá-lo. Frases curtas funcionam: “Mais embaixo”, “Mais devagar”, “Acelera!”, “Deixa comigo”, “Mais suave”, “Mais força”, “Pare”, “Vamos trocar”, “Outra posição”, “Vamos tentar?”, “Agora não”, e etc. Pode não parecer tão romântico, mas se o diálogo facilita a intimidade, não hesite em usar palavras. Haverá momentos, principalmente com casais que têm um casamento mais longo, em que o marido conhece melhor a linguagem do corpo de sua mulher, e vai tomar a iniciativa de mudar por pura intuição. Porém, não temos o direito de cobrar isso de nossos cônjuges. Ele não têm obrigação de adivinhar o que está acontecendo com o seu corpo, já que nem você mesma se compreende completamente.

Outra estratégia menos tagarela é a de guiar seu marido através do olhar, do sorriso, das mãos, dos dedos, e movimentos corporais em geral. Imagina que ele está acariciando as suas coxas e, depois de algum tempo você percebe que aquele carinho não está te excitando. Você pode, suavemente, guiar as mãos dele para os seus joelhos, ou subi-las até a sua barriga e seios, ou qualquer outra parte do seu corpo. Sentiu prazer? Demonstre com um sorriso, olhar ou gemido que vocês acharam um cantinho de prazer! Fica ali até você ter um orgasmo, ou até sentirem vontade de fazer alguma outra coisa. O mesmo princípio do diálogo, verbal ou não verbal, são aplicáveis durante o sexo oral e a penetração.

Vale a pena alertar que, apesar das mulheres precisarem ouvir seus corpos e comunicar aos seus maridos o que precisam, isso não significa que são sempre as mulheres que vão determinar o que os homens devem ou não devem fazer na cama. Os homens também têm necessidades a serem comunicadas, e haverá momentos da relação sexual em que eles vão nos liderar nessa dança do prazer. No final, vocês dois precisam estar atentos aos desejos um do outro.

Muitas mulheres tendem a ceder para satisfazer ao cônjuge. Às vezes nem é por causa de uma demanda do marido, mas devido a algum ensino antibíblico que a mulher recebeu ao longo da vida, devido à mentira de que a mulher não direito a sentir prazer, muito menos a ter mais prazer que o seu marido. Se, lá no fundo, a mulher acredita que sua função é apenas satisfazer seu esposo, para que ela se daria ao trabalho de aprender a ler o próprio corpo e ensinar ao marido a satisfazê-la? Por outro lado, as mulheres estão sendo bastante influenciadas pela filosofia humanista e, assim como em outras áreas da vida conjugal elas estão dominando seus maridos, com certeza há um grupo de mulheres que serão tentadas a dominar o marido na cama, diferente das mulheres que ainda são tentadas pela mentira de não terem o direito a sentirem prazer.

Quem tem boca vai a…Qualquer lugar de intimidade e prazer que Deus preparou para o seu casamento! Seus orgasmos, e o dele, são para a glória de Deus! Seus corpos e sexualidade glorificam ao Criador, o Senhor do sexo e do casamento. Cada vez que você e seu marido rompem barreiras para se conectarem emocionalmente e sexualmente, a aliança de vocês é fortalecida, o desejo sexual um pelo outro aumenta, e o Evangelho é anunciado! Porque o sexo conjugal é uma metáfora do casamento entre Cristo e a Igreja. Casais sexualmente insatisfeitos é o objetivo do Inimigo. O objetivo de Deus é que os casais sejam, até que a morte os separem, uma só carne.

Leia outros artigos da categoria SEXO NO CASAMENTO:

Talvez, quem sabe, um ou mais orgasmos… http://tainise.com.br/2018/08/15/talvez-quem-sabe-um-ou-mais-orgasmos/

Mulher sensual, quem a achará? http://tainise.com.br/2018/08/31/mulher-sensual-quem-a-achara/

Não tem tu, vai tu mesmo! http://tainise.com.br/2018/11/16/nao-tem-tu-vai-tu-mesmo/

Sedução Pura http://tainise.com.br/2019/09/11/seducao-pura/

Sentidos Redimidos http://tainise.com.br/2019/09/18/sentidos-redimidos/

Tateando Desejos http://tainise.com.br/2019/09/20/tateando-desejos/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: