Tainise

Prazer em te conhecer!

Olá! Tudo bem? Meu nome é Tainise e criei esse espaço para escrever sobre sexualidade. Sou cristã e faço parte da Igreja Presbiteriana do Brasil, no Rio de Janeiro. Escrever sobre minha fé e sobre sexo, em um mesmo espaço, é um dom de Deus e um privilégio. E não tem como falar de sexualidade sem falar do melhor Amante, Jesus. Isso mesmo, tudo junto e misturado. Qualquer hora te explico o motivo.

Minha primeira escrita é para vocês, mulheres cristãs em diferentes estágios da vida, com suas diversas experiências e expectativas

“Sério mesmo? Vai falar ‘daquilo’ pra todo mundo ler?”. Sim, uma vez por semana vou escrever sobre sexo e sexualidade para quem quiser ler, sem timidez, sem indiretas e com um pouco de poesia. Só não estou com pressa. Minha primeira escrita é para vocês, mulheres cristãs em diferentes estágios da vida, com suas diversas experiências e expectativas: para você que é casada e boa de cama mas não consegue dialogar com outras mulheres; para você, mulher solteira que não sabe como pode ser fiel a Jesus e dar conta do seu desejo sexual. Tem assunto que não acaba mais, inclusive para você que não vê essa graça toda no sexo e se sente uma estranha no meio de uma sociedade hipersexualizada. Não vou falar só sobre sexo. Outra hora vou explicar porque o sexo e o cristianismo tem tudo a ver. “Será que ela vai dá umas dicas pras amigas?”. Sim! A gente vai conversando. Como disse, não estou com pressa e tem assunto à beça.

Bem, se você não é cristã, não acredita na Bíblia, ou lida com sua sexualidade seguindo sua própria consciência, seja bem-vinda! Minha cosmovisão bíblica sobre sexualidade provavelmente vai se chocar com a sua própria cosmovisão, ou, na melhor das hipóteses, te deixar curiosa, mas minha motivação sincera é caminhar com você. Se você declara que a Bíblia é sua regra de fé e prática, mas faz o que quer com o seu corpo porque isso é problema seu, seja bem-vinda também! Espero que você não vá embora, mas fique por aqui.

Esse blog é uma expressão do meu serviço ao corpo de Cristo, para edificação de seus membros, especialmente das mulheres cristãs (1 Coríntios 12). Não sabemos como falar de sexo e sexualidade na esfera da igreja. Hesitamos em buscar ajuda e em dividi-la. Consequentemente, falhamos na missão de dialogar de forma bíblica, transparente e humilde com o restante da sociedade. Não é por maldade. Diferente do que muitos acreditam, nem sempre é por causa de moralismo ou de religiosidade.

Não, não sou sexóloga, nem terapeuta, muito menos guru do sexo. Não tenho resposta pra tudo e sei que não há respostas fáceis e prontas, mas não vou me calar a respeito daquilo que já aprendi com Deus até aqui. Não sei o que ele vai fazer a partir de mim. Por enquanto só posso dizer: “Eis-me aqui, envia-me!” (Isaías 6:8).

Seja bem-vinda! Registre o seu e-mail para receber notificações a cada novo artigo e acompanhe nosso ministério no Facebook.

%d blogueiros gostam disto: