Tainise

Famílias Missionárias

Deus não nos dá bênção nenhuma para o nosso próprio bem. Não é da natureza Dele. É claro que Ele é bom e se importa conosco, mas seu objetivo é muito mais amplo que a nossa “felicidade”, porque Deus é missionário. Aliás, o compromisso de Deus com seus filhos é o de torná-los semelhantes a Cristo. Conforto é só um bônus. Tudo que Deus nos dá é para a glória Dele e expansão do seu Reino.
Mês que vem fará um ano que Deus nos deu uma casa que amamos, bonita, espaçosa, e sempre soubemos que não se tratava da nossa família, mas das pessoas que passariam por aqui em busca de alimento espiritual e aconchego.
Também está fazendo um ano que Deus deu uma vaga na escola pública para o Kyle, e ali nosso filho tem prosperado emocionalmente e intelectualmente. E agora? Vamos engordar de tanta alegria e satisfação? Vamos nos empanturrar com tanta bênção, nos acomodar com as portas que Deus tem aberto para que nosso filho se desenvolva tão bem? De jeito nenhum!
Toda família tem um chamado de Deus e não é um fim em si mesma. E cada família precisa buscar a revelação de Deus sobre como cumprir esse chamado específico nos locais onde Deus a plantou, com as pessoas que Ele coloca em nosso caminho, na comunidade na qual estamos inseridos.
Sinta-se desafiado a descobrir, pela perspectiva de Deus: Por que você é tão saudável? Por que você tem um carro? Por que você viaja nas férias? Por que você tem tantos amigos/influência/conhecimento/etc?
Não idolatre a sua família. Não idolatre o sucesso e o bem-estar. Se Deus estiver te chamando para servi-lo através do seu fracasso ou privação: amém! Seja fiel no pouco. Se você está prosperando, assim seja para alcançar outros. Ensine seus filhos a buscarem a vontade de Deus em cada situação da vida, na riqueza ou na pobreza, na saúde ou na doença, na alegria ou na tristeza. Não retenha suas bênçãos como o povo de Israel fez. Nunca foi sobre Israel. Sempre foi sobre Jesus e as nações da terra.
Que o ano letivo dos nossos filhos seja um constante aprendizado sobre como é melhor dar do que receber. Que cada família descubra, na presença de Deus, o quê, como, quando, onde e para quê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: